Saturday, February 13, 2010

Felicidade alheia

Quando vi aquela carinha feliz na minha frente, toda a minha rabugentisse se foi. Tudo o que eu queria naquele momento era largar as tralhas que estavam nas minhas mãos e encontrá-lo num abraço apertado. Sei lá o porquê, afinal, nada tinha a ver comigo, mas fiquei feliz do mesmo jeito. Fiquei feliz por ele e pelo seu sucesso.

Não saí correndo para o abraço apertado e muito menos dei-lhe o beijo que queria dar, mas sorri e disse o que me veio na cabeça na hora: Que legal! Parabéns!

5 comments:

Mateus Luciano said...

rabugentisse dificil acreditar que você seja rabugenta!

~*Rebeca e Jota Cê*~ said...

É tão bom quando podemos curtir o carnaval com tranquilidade. Seja na folia ou em casa, temos que sentir que a batucada, mesmo, é na nossa vida e o samba enredo sempre é aquele do coração. Então vou com um sambinha gostoso do Chico, espero que goste:

http://www.youtube.com/watch?v=YU547fUsHqI

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

N. Ferreira said...

Super válido!!!

Leca said...

Fernanda...
ás vezes é assim mesmo...queremos largar tudo e dar o abraço de felicitação...mas...a falta de impulso não deixa...
Gostei daqui...
vou seguir
Bjo
Leca

Fernanda S. said...

Oba!!!
Leca, seja bem-vinda! Venha sempre que quiser!
Beijos