Friday, February 11, 2011

Sinais





Tentamos ler o outro. Ao menos, os seus sinais. Buscamos os olhos, acompanhamos os movimentos, esperamos o toque. O choque vem quase que simultaneamente. Os pensamentos ficam distantes, praticamente impenetráveis quando não diluídos em palavras. Dos mesmos lábios vêm os sorrisos... ah, os sorrisos. O conjunto vai tomando forma e fazendo com que o irreal sente-se ali: bem ao meu lado.


(*) Foto: 's/t' por António Matias

1 comment:

inconstanteblog said...

Isso me lembrou "Céu": "o que é um beijo, se eu posso ter o teu olhar?"

XD