Friday, July 02, 2010

Desde sempre



Sempre vai existir algo entre nós, algo que nos impeça de ser. Sempre vai existir uma prioridade, um compromisso, algo mais importante para ser feito. Uma vontade. Ainda que seja reprimida, ou, ainda, que quase inexista. Um querer falar sem palavras, apenas com o olhar. O olhar que não existe, os olhos que não se encontram. Um querer fazer não correspondido.

A verdade é que sempre há ao menos uma mesa. E, pior que isso, sempre vai haver mais que uma simples mesa de um restaurante qualquer que nos separa. Haverá um abismo, onde não há vontade e nem querer que sejam suficientes.

2 comments:

Erika said...

sempre é muito tempo...

Leca said...

Que triste...
Mas é a pura verdade...

"...Quem nos deu asas para andar de rastos?
Quem nos deu olhos para ver os astros
Sem nos dar braços para os alcançar?!..."
Lindo né...é Florbela Espanca...
Que flutua no meu blog...
E espera por você...
Beijos...
Leca...