Sunday, October 19, 2008

~ Being Cristina ~

É proibido sentir. Nada de sentimentos, nada de pensamentos, apenas a dureza, o desaconchego. Apenas ligue o automático e faça. Vá vivendo e percebendo o que há ao seu redor, mas sem ser sentimental sobre as coisas que se vê. Sem chorar, sem sorrir, apenas observar os fatos. Nada de tristeza ou alegria, pois não há tempo pra isso. Pensar, racionalizando mecanicamente, tudo bem. Desde que seja assim, não há problemas.
As máquinas estão dominando o mundo e o ser humano está se tornando numa máquina inconseqüente. Os dias passam e nem percebemos e não damos valor àqueles que realmente nos querem bem. Não há tempo pra isso.
Estamos nos tornando cada vez menos sentimentais, com menos cores, vivendo intensamente o que temos que viver e mais nada. Não se enxerga o que está ao lado e as necessidades do outro pouco importam, pois o que importa somos nós mesmos. Será?
Quanto mais eu sinto, mais fico jogada para trás. É como se eu fosse sempre passada pra trás numa fila interminável. As pessoas vão me empurrando e me deixando enquanto eu, com aquelacaradequemnãoentendeabsolutamentenada, continuo tentando ir pra frente na enchente.E quando racionalizo, tudo parece sair melhor. Quando eu me torno um pouco mais Cristina, as coisas vão indo bem, obrigada. Estranho isso, mas é assim que tem sido. Quando paro pra pensar nas coisas, os questionamentos não param de aparecer e tudo parece ser tão confuso que acabo me encrencando ainda mais. E tudo se embaraça, como um nó que jamais será desatado.

2 comments:

Just a curious boy said...

Seja mais Fernanda e muito menos Cristina!

Flavia Melissa said...

ah, minha flor!
e não é que a vida anda assim mesmo?

mas a gente acredita, então um dia a gente alcança.
e vamos que vamos.

beijossss
ps_ mas... será que a gente acredita ainda??