Tuesday, October 21, 2008

~ Velhas arcadas ~



Estive na toda gloriosa na semana passada. Passei um dia inteirinho lá. Ao entrar, a primeira sensação é a de que eu pertenço àquele lugar. Sempre pertenci, não sei o porquê.
As arcadas me levam a um lugar diferente, um lugar que parece estar guardado entre as grandes escadarias e os vitrais cheios de cor.
A sensação foi indescritível. As grandes cortinas do salão nobre revestiam os meus sonhos sonhados de olhos abertos. Tudo era muito antigo, cheio de história, cheio de coisas escondidas...
E os meus olhos brilharam junto com as luzes.

3 comments:

LSM said...

Realmente uma tarde nas Arcadas nos faz até acreditar na Justiça, sobretudo quando vamos até o monumento constitucionalista no pátio. E a biblioteca de Direito Penal?
O triste é sair e dar de cara com outra realidade...rs
Passar bem, Dra.

Flavia Melissa said...

amada, por onde andas?
a quantas anda e, principalmente, quando vai andar na minha direção?

eu tbm sei fazer seu olho brilha-ar!
beijos no coração :)

Isadora Biella said...

Fernanda está para as arcadas assim como Isadora está para a Praça do Relógio. De fato.
E minha saudades estão para você, assim como o Everest está para uma formiga.

PS. Voltei a não fazer terapia.

Beijo!