Tuesday, October 28, 2008

~ The way it should be ~


O final do ano vem chegando e, com ele, toda a parafernália de sempre. Vem tudo junto meio que pra sufocar, meio que pra testar teus limites, meio que pra ver até onde as coisas vão. E elas, simplesmente, continuam indo.
Estamos há menos de dois meses do Natal e as coisas típicas de final de ano já começam acontecer. Primeiro as luzinhas invadem as principais ruas comerciais, depois as árvores começam a ser montadas numa coisa meio que bolinha, pisca-pisca, enfeites e festões, presépios são espalhados e as compras intermináveis e assustadoras começam a ser feitas. Mesmo assim, o seu dia-a-dia não muda em nada, como se nada tivesse acontecendo.
Sem pensar muito, você liga o piloto automático e engata a primeira. Foi dada a largada. O sono é absurdo, pois seu cachorro que nunca late passou a latir a partir de domingo e ontem ele resolveu que às 3:00 da manhã era um bom horário. Bem embaixo da tua janela. Junto a isso, você não consegue acordar no seu horário normal, pois o tempo mudou, o trânsito mudou, sua canseira continuou e, mesmo pensando em desistir de tudo e ficar mais um ínfimo momento na sua cama, você se levanta - atrasada - e vai se arrastando até o chuveiro.
Como ficou parada horas no cabuloso montante de carros, você ainda consegue ler o jornalzinho gratuito que te entregam no começo da tua viagem. O jornaleco meio que te olha como quem diz: serei teu commpanheiro daqui pra frente! E você aceita, afinal, não tem mais nada o que fazer de interessante.
Pior que te ohar com a cara de sem-vergonha e você abrí-lo e descobrir que não há nada de bom: os preços tendem a aumentar, a bolsa logo logo vai quebrar com seus índices baixíssimos, o dólar sobe, a inflação piora, cabeças vão rolar logo no início do ano e por aí vai. Até a Amy-casa-de-vinho finalmente vai pra rehab, apesar de se negar até quase a morte. Aliás, segundo o jornalzinho existe um site onde as datas corretas à pergunta When will Amy Winehouse die? ganham um Ipod Touch. Pra você ver como o mundo anda "engraçado"...
Por causa do atraso e do acúmulo chamado trânsitocríticodefinaldeano, você pega o maior tráfego de carros no seu caminho e chega atrasada ao escritório. Delícia. Seu mau humor já escorre pelos fios de cabelo e você ainda tem que olhar para o lado e ver que nada diminuiu na sua mesa - mesmo agora que você mudou de lugar e ganhou mais espaço - pelo contrário, tudo aumentou: a quantidade de papéis, pendências, pastas, livros, post its everywhere... menos teu salário cretino. Mais uma vez, tudo "engraçado".
Junto com o final do ano, vêm também as provas finais, as preocupações de final de semestre, as entregas de trabalhos atrasados e, enfim, talvez, férias das aulas. O décimo terceiro também vem e será logo comido pelas suas dívidas, sua poupança já eras e seu dinheiro para a gasolina idem, mas tá tudo bem.
Enquanto isso, no reino de faz-de-conta, você finge que está tudo bem, toma um chacoalhão daqui, uma bronquinha de lá e vai vivendo.
Conhece alguém assim?
Don't feel lonely... it's just the way things shouldn't be!
(*) foto por António Rocha - Do you?

8 comments:

Fernanda S. said...

=)

Anonymous said...

O post é bom, mas o site da Amy é fantástico...rs

pretinha said...

idéia da amy GENIAL hahaha
nem curto essa bad vibe de sim de ano... a vida é difícil sim, mas se a gnt viver triste as coisas só pioram.... queremos YOGA diária JÁ! hauahuahuahuha
bjin fedô

luciana_dispa said...

menina.... vc tá filósofa!!
hehehehehe

bjss

Isadora Biella said...

O final de ano também pode ser a esprança da mudança ;)
Pense nisso :)
:*

Nana said...

É, final de ano sempre vai ser a mesma coisa... tem mais um detalhe que não passa despercebido e que sempre me aflige: o Reveillón.
Não aguento mais responder a pergunta: "O que vc vai fazer no Ano-Novo?"
Como se a passagem do Ano devesse ser uma obrigação da qual ninguém sai incólume...
Mas sabe o que é bom do fim do ano?
A certeza de que sempre dá pra jogar tudo pra cima e recomeçar... o ano está apenas começando!
Amo!

Lívia Possi said...

Estou criança, Fê.
Pedirei uma boneca bem bonita de Natal, pra você, tá?

=*

Flavia Melissa said...

nossa, essa da data da morte da amy eu não sabia.
é, o mundo não presta mesmo.
que vergonha :(