Thursday, June 25, 2009

A Rainha


A vida funciona, praticamente, como um jogo de cartas. Elas são embaralhadas e neste meio você não sabe se vai ou se fica. Não sabe se se atirar é a melhor forma de encontrar a felicidade ((ainda que clandestina)) ou se espera pacientemente até que as coisas aconteçam e vai, simplesmente, "vivendo".

De uma forma ou de outra, uma carta é tirada do baralho e lá está o primeiro passo para um novo caminho entre as mais variadas opções. Carta após carta vai sendo tirada do bolo e o caminho vai sendo construído... às vezes com cores pretas, às vezes com vermelhas e nem sempre tudo anda bem ou como o esperado. Você não sabe ao certo aonde o caminho vai dar, mas sabe que no fim, ele vai dar em algum lugar. Busca a sua felicidade aqui e ali, percebe que ela sempre esteve com você, até mesmo quando a última carta foi dada e em um sopro apenas o seu castelinho se desmoronou, fazendo com que todas as cartas fossem embaralhadas novamente e colocadas à sua frente para que as escolhas recomeçassem de alguma forma, em algum lugar.

Sem demora e sem pensar, você recomeça e vê que nem é tão ruim assim um recomeço. Você descarta as cartas que não te servem mais e, às vezes, você se torna a carta a ser descartada.
Na verdade, o recomeço, muitas vezes, se torna mais que necessário. E recomeçar como Rainha de Copas, é a melhor maneira de se recomeçar...

3 comments:

Luli said...

Recomeçar é mto bom mesmo... mas acho que a gente resiste por que tem preguiça e por que talvez tenhamos medo do desconhecido, no que vai dar o novo começo. Mas é necessário, sempre.
Vamo simbora, pro bar!

Ninguém envolvente said...

Olá!
Vim retribuir as visitas e conhecer aqui... Achei muito legal seu blog, muito incomum, parabéns. Bjs

Caco said...

Pois é, deve ser muito bacana porque o casal Burton-Bonham-Carter é um dos mais bizarros do mundo. Bacanaços.
Eu costumo perder o jogo por ter muitas cartas na mão ;-(
Beijodaí.