Tuesday, August 19, 2008

~ Gente estranha ~


Gente estranha é assim: primeiro te liga do nada te convidando para ir tomar uma cerveja naquele domingão ensolarado que só você está estudando. A pessoa até abre uma exceção já que você, na época em que a conheceu, não tomava nadinha de álcool e acaba dizendo que, ao invés da cerveja, podem tomar um suco. Você, educadamente, recusa o convite, pois tem muita coisa ainda para pôr em dia.
A pessoa nunca liga. Nunca ligou, nem quando vocês estavam juntos há alguns anos atrás. Quando liga, é um milagre da natureza. Liga para convidar para sair com outros amigos tantos da época de faculdade. Até aí, ótimo... pelo menos a amizade restou. Mas ligar do nada, em pleno domingo para tomar uma cerveja? Foi bem estranho.
Enfim, depois deste episódio de "não tomada de cerveja", a pessoa que recebeu a ligação com tamanho estranhamento, fica devendo uma próxima ligação para uma possível saída. Nada demais, afinal, a amizade ainda continua. Mas ela acaba por não ligar.
Antes de sair de férias, porém, a pessoa que recebeu a ligação tinha um churrasco de despedida para ir e resolveu convidar o "menino-que-queria-levá-la-pra-tomar-cerveja" para o tal churrasco, afinal, queria uma companhia.
O meninoquequerialeválapratomarcerveja acabou não podendo ir ao churrasco, mas, em contrapartida, convidou a mesma para uma Festa do Chopp de uma faculdade. Ela foi com uma amiga e ele com duas amigas. Afinal, a amizade continua...
Na festa, entre um chopp e outro, umas brincadeiras aqui, outras lembranças ali, eis que ele se empolgou e beijou a mocinha. Surpresa, a mocinha retribuiu, mas nada entendeu, perguntando-se o porquê ele tinha dito que "não queria fazer isso, pois você está indo embora", sendo que ela ia, mas voltava em pouco tempo. Ela procurou esclarecer a idéia e ele falou - e repetiu inúmeras vezes - que quando ela chegasse para que ela ligasse pra ele. Claro. Por que ela não ligaria?!
Eles ainda se falaram antes de ela viajar. A pessoa que nunca liga, decidiu ligar para desejar boa viagem, pra dar tchau e para lembrá-la de mandar notícias quando chegasse.
Ela voltou. Mandou mensagem e nada. Dos dois últimos e-mails enviados, nada recebeu como resposta. Teimosa como só ela e incoformada com a estranheza das pessoas, resolveu ligar depois de uma semana. Ea pessoa mais simpática e brincalhona do mundo a trata muito bem... e?
- Volto pra SP na Sexta à tarde... vou te ligar pra gente fazer alguma...
- Beleza, espero você me ligar...
O tempo passa... a ligação que nunca veio. Nem a ligação, nem a resposta, nem a mensagem...
E depois ainda dizem que as mulheres que são estranhas... eu, hein?!

5 comments:

Fernanda S. said...

Foto por Silvia Antunes

Curious said...

Wow... Quanta roupa suja lavada em um só dia...rs
De fazer inveja à 5asec

Lívia Possi said...

Hahaha... adorei o comentário anterior! Precisava dizer.

E eu acho mesmo que, estranhezas à parte, existe o fator "ai-meu-deus-do-céu", né? Aquele que a gente sente antes de pôr em prática o que tem vontade...
Vai ver o pobre menino sofre desse mal, ou simplesmente esqueceu...

Não precisa justificar, Fê.
Deixe em estado de inércia:
A surpresa pode ser melhor, acredite.

Baccio!

Sir Josef K. said...

Processa ele por perdas e danos psicológicos, alegando que você tinha outras propostas mas relegou-as pelas dele. Chama o LF para ser seu advogado! hehehehehe
baci

Flavia Melissa said...

as mulheres são estranhas sim.
porque sempre acabam deixando as mesmas pessoas se aproximarem...
e ainda se surpreendem quando os resultados são sempre os mesmos!

coisa de gente weird, mesmo.
tipo a gente.

bjs