Saturday, August 29, 2009

Espera

Às vezes é preciso o distanciamento para que se enxergue melhor o que acontece ao nosso redor. Momentos de silêncio regados de pensamentos e percepções. Um silêncio profundo, onde se observa o outro e a si próprio.

Por causa de uma viagem frustrada com pessoas queridas acabei me deixando entregar à ávida leitura de livros para adolescentes. Sim, sim... me entreguei à saga do
Crepúsculo e estou tão envolvida que já estou chegando à reta final. De início relutei muito, achando que seria apenas mais uma historinha qualquer. No entanto, para a minha completa surpresa, se eu fosse eleger uma frase para esta semana, esta seria: "Quero parar, mas não consigo"... coisa de pessoas viciadas, eu sei, mas no melhor "momento confesso" eu posso dizer que me viciei e não consigo parar mais de ler.

Essa história de leiturasemparar acabou me deixando longe de alguns de meus outros vícios cultivados diariamente e me fez retomar pequenos prazeres deixados de lado. Mergulhei de cabeça mesmo nas histórias contadas e fui embalada pelo enredo que, sobretudo, narra uma história de amor incomum, deixando a minha imaginação ir mais longe e voar alto...

Quase consegui sentir os cheiros e entusiasmos que um amor puro pode trazer. Quis me fazer acreditar que ainda existe um amor verdadeiro entre as pessoas; uma história sem limites; um mar de possibilidades infinitas esperando para ser descoberto... e só agora depois dessa leitura compulsiva e desenfreada é que consigo entender o porquê desta história fazer tanto sucesso: no fundo no fundo, todos nós procuramos um grande amor, um amor eterno, um amor puro... o difícil é esperar tanto para que este apareça.


5 comments:

Nana said...

Feee! Nem me fala!! Eu DEVOREI toda a série do Crepúsculo, e cheguei a ter sonhos românticos com o Edward.
É bem isso que vc falou, a gente quer sentir isso tudo, a gente quer esse amor que até dói, essa vontade de esquecer de tudo o mais pra viver, respirar, sorver amor.
Não tem como escapar deste vício, e depois fica aquela sensação de 'quero mais'.
Totalmente sintomático, né??
Beijocas!

~*Rebeca e Jota Cê *~ said...

Eu vivo esse amor verdadeiro, Fernanda. Não desista do amor!

Noite de luz, menina linda.

Rebeca

-

Marcela Marson said...

É lindona!
Sempre buscamos o AMOR, por mais que doa queremos vivê-lo intensamente e de todas formas possíveis.

A espera faz parte de nossas vidas, experiências aperecem e as vivemos, mas nem sempre é o que esperamos. Fazer o que?!

Uma hora aparece alguém especial, as vezes não é pra sempre, mas vale a pena de mais!

Beijo grande.
Marson

Flavia Melissa said...

o grande problema e querer eternizar as coisas... só tem um jeito de tornar um amor eterno: virar imortal!

saudades, lindona =)

Tulipa de Leite said...

meeeeu, fê!!!!
duas coisas a dizer:

1 - nãããão, mais uma viciada!! eu estou resistindo e até agora naum li nenhum dos livros (apesar de dividir o vicio com minhas irmãs e já saber de toda a história). =P

2 - para nós, meninas sonhadoras, não dá certo ficar lendo essas coisas. é por isso que me recusei e tento evitar até hoje. comprovadamente, pessoas que leem ou veem muitas comédias romanticas, histórias de amor, são mais infelizes pq acabam buscando algo como aquilo que viram em suas vidas, e nós sabemos que isso não acontece.. infelizmente.

=/

saudades de vc!

beijos!!!