Wednesday, March 21, 2007

* Sick and tired *

Eu preciso de alguém pra conversar... alguém que não me conheça que não saiba nada sobre a minha vida. Alguém que não queira falar comigo somente pelo computador. Alguém que tenha um coração aberto e não queira só me criticar, mas me dar apoio também... cansei de ficar abaixando a cabeça pra certas pessoas que são egocêntricas e acham – coitadas! – que são as pessoas mais importantes do mundo... hehehe Só você mesmo pra pensar nisso e me fazer rir em meio as minhas lágrimas e numa hora dessas.
É ridículo o jeito com que você vem me ignorando e depois diz o quão infantil EU sou! Ninguém está pedindo coisa alguma pra você além da sua preciosa atenção, mas nem isso parece que você pode dar, não é mesmo? Anda difícil um “espacinho” na agenda, né?!?! Crise de ciúme?? Taí, fica uma pergunta pra você: Ciúme de quem mesmo?!?!?!
Cansei de ter que dizer que estou errada quando não estou... a verdade dói, meu bem? Uau, bem-vindo ao clube!!! Quão amoroso você é, até me espanta! Na verdade, dói perder um amigo... pensei que o tivesse na sua figura, mas percebi que, mais uma vez, estava redondamente enganada! Uma pena perder alguém que era tão gracinha e fofo comigo quando queria. Agora o interesse se foi e você não precisa mais fazer médias, podendo demonstrar uma outra pessoinha escondida por trás da máscara boazinha que me encantou.
Da próxima vez prometo que seguirei mais o meu sexto sentido!

4 comments:

Fê Savino said...

Foto: Gurdwara por Ricardo Miguel

flavia melissa said...

i'm here, cat...
ando com preguiça do blog, na verdade to escrevendo 3 textos diferentes com temas diferentes, acho que isso só mostra a confusão do momento... qual er a temática mesmo???

beijos amiga, adoro vc :))

Cá said...

Nooooooooooossa, quem é o coitado? hahahahaha!

Nana Ferreira said...

Putz, as pessoas se escondem, se fazem, e depois se revelam.
Não sei bem ao certo qual é a origem do texto, mas só posso dizer que, quando uma máscara cai, ela não gruda nunca mais... e isso é bom, acredite um não.
Talvez hoje vc não veja, e isso crie revolta... mas um dia você vai perceber o quanto é bom ver as coisas tais como elas realmente são.
Beijocas